BIOGRAFIAS

Grow Art

António Rocha (a.k.a Grow Art) nasceu em 1991 e foi criado no Barreiro, Margem sul.

Tinha 15 anos quando se interessou pelo graffiti e começou a pintar a spray. Sem formação especifica em artes, os seus mentores foram artistas da sua cidade que já desenvolviam esta técnica à alguns anos, nomeadamente  Another e Plus.

Tem vindo a desenvolver desde 2008 acções no âmbito da Arte urbana, mais concretamente na área do graffiti como é o caso do “Barreiro Stilo” que foi um projeto integrado na 15ª da Juventude da Câmara Municipal do Barreiro, no qual esteve presente como participante nos anos 2009, 2010 e 2011.

Em 2012 começou a colaborar frequentemente com o artista Ricardo Tota com quem tem vindo a experimentar variadas técnicas e a implementar diversos projetos artísticos.

Em 2013 teve o primeiro contacto com a formação artística contemporânea, integrando a turma de pintura e desenho (nivel 1) na Ar.Co, em lisboa, onde pôde desenvolver capacidades de observação/representação e registos expressivos cada vez mais individualizados assim como uma atitude experimental face a materiais que até ali era raro usar, como tinta de óleo, tinta da china, guache, carvão, pastel de óleo, grafite, etc..

Passou por vários pseudónimos chegando em 2013 ao nome Grow Art que representa a evolução pessoal do artista através da arte e da sua vivência na sociedade.

Em 2013 e 2014 em parceria com a Câmara Municipal do Barreiro realizou a pintura de dois murais, no âmbito do projeto “Dia B”.

Desde 2014 é sócio fundador e Vice-Presidente da Associação de Desenvolvimento de Artes e Oficios (ADAO) sediada no Barreiro, na qual tem vindo a desenvolver, em conjunto com os restantes elementos, diversos projetos artísticos com variados focos e públicos. Foi neste ano também que criou o Núcleo de Arte Urbana juntamente com outros 5 artistas, núcleo este sediado na Associação ADAO, onde tem um espaço de experimentação e exposição.

Em 2015 fez parte da equipa de decoração do festival “Freedom” que se realizou em Elvas, Portugal, onde fez diversos trabalhos de pintura mural, pintura de licras, bares, casas de banho, chuveiros, pintura de placas, onde a pintura a spray foi a técnica mais utilizada.

Em 2016 fez parte da equipa de decoração do festival “Utopia Boom Landing” que se realizou em São Gião, Portugal. Foi um dos responsáveis pelo projeto e montagem do palco chill out assim como pelas pinturas das zonas circundantes.

Desde 2017 em conjunto com a Associação ADAO, Tem vindo a dar workshops de técnicas de pintura e spray a diferentes públicos com difentes faixas etárias.

Em 2017 foi um dos artistas convidados, pelo curador André Silva, para participar na exposição coletiva “In.Fame” localizada na Oficina da Cultura de Almada, de dia 1 de Abril até 9 de Abril.

Em 2017 em parceria com a Câmara Municipal do Barreiro realizou a pintura de um mural na Escola Primária da Penalva, no âmbito do projeto “Dia B”.

Ao longo destes 10 anos tem vindo a desenvolver a sua identidade artística influenciado pelo que vê e pelo que sente.

+info:
antonio.rocha.art4grow@gmail.com
www.facebook.com/Grow-Art

 

Pedro Pinhal

Pedro Pinhal nasceu em 1976 e viveu e cresceu toda a vida no Vale da Amoreira, concelho da Moita. Revelou desde cedo uma apetência para as artes plásticas, que foi desenvolvendo de forma mais ou menos informal.

Dedicando-se inicialmente ao desenho e pintura, percebeu durante a adolescência que a área que mais o fascinava era o graffiti.

Em 1995 começa a produzir os primeiros trabalhos de pintura em paredes e murais, utilizando várias técnicas entre elas a pintura com spray.

Em 1997, juntamente com o Colman e Caly, dois jovens que praticavam as mesmas técnicas de pintura e que residiam no Vale da Amoreira ,  formavam os RVA CREW, com o objectivo de promover o graffiti como uma forma de expressão artística, e uma forma de transformar e revitalizar espaços abandonados e com aspecto degradado.

Desde então afirmou-se como um dos pioneiros desta arte urbana, não só nos concelhos da Moita e do Barreiro, como fora deles, a par de outros writers com quem trabalhou na produção de pinturas e transformação de espaços urbanos.

 Para além do trabalho como writer dá com frequência formação na área das artes plásticas, com incidência no graffiti. Trabalha ainda em design gráfico e faz escultura.