BIOGRAFIA

O apelo era constante, era tudo uma questão de tempo.
A interpretação que Gonçalo Mar faz do ambiente que o envolve enquanto artista tinha que ser retratada.

Aos doze anos já desenhava figuras do seu imaginário a giz no alcatrão. Passados anos, a escolha profissional foi natural.
Durante o seu percurso académico – é licenciado em Design de Moda pela F.A.L.- concorre ao lugar de desenhador no estúdio de animação português “MagicToons”. Sendo aqui, em 1998, que tem a sua primeira experiência com o Graffiti.

Movido por convicções artísticas, MAR procura desde então evoluir sempre com e para o Movimento de Graffiti – que se vem desenvolvendo globalmente.

Conhecido no meio pelos seus bonecos ou characters, destaca-se pela forma como constrói as suas personagens e ambientes, incutido-lhes linhas e formas que os tornam únicos.

Por entre diversos e extensos trabalhos comissariados de rua, individuais e colectivos, destaca-se a participação e organização na mostra de Graffiti/Street Art mais importante do género em Portugal, a exposição colectiva “VSP-Visual Street Performance”, com edições entre 2005 e 2010 e a publicação de um livro sobre o evento.

Participa no Tour internacional de Graffiti, inserida no festival Europeu “Eurocultured” em 07/08/09, e é também mentor do “SeixalGraffiti”(2004/2009).

Em 2010, participa na exposição coletiva “Underdogs” na Galeria de Arte Vera Cortes. Intervenção no parque de estacionamento da EMEL no Chão do Loureiro, Lisboa.

Já em 2011, participou nos festivais “Crono” em Lisboa, “Walk&Talk” nos Açores e no “Wool” na Covilhã, tendo sido esta peça eleita como uma das 5 melhores paredes de 2011 pelo jornal Público.

Exposição coletiva na Galeria António Prates – “Além Paredes”.

Exposição coletiva em Cascais sob o título CascaisArtspace

2012 – foi o ano das pinturas em larga escala, correndo Portugal de uma ponta a outra com intervenções em fachadas em eventos como o ARTUR em Lagos, Lourinhã e Lisboa em Alcântara.
Terminando o ano com uma exposição individual na Galeria Influx em Lisboa no Lumiar.

2013 – Criou juntamente com Miguel Ram o Mural dos Lusíadas na Av. da Índia um trabalho comissariado que se veio a revelar como uma das intervenções do ano pelo seu valor simbólico e visual, representou Portugal no Tour Paris 13, juntamente com outros artistas.Criou a parede do espaço alimentar “Prego da Peixaria”.

Participou no evento “O Bairro I o Mundo” com a pintura na fachada de um edifício em Loures. Intervenção no viaduto em BoideObra na Covilhã no âmbito de um projeto social.
Concepção e execução de um trabalho comissariado para Tabaqueira Portugal.
Intervenção na fachada do Hotel Pestana na Madeira.

2014 – Criou a estrutura de fundo para o concerto de aniversário da banda portuguesa Xutos e Pontapés. Participou na maior intervenção mural (Lionesa/Unicer) a norte do país  em Leça do Balio. Participou no Evento Expansão nas Caldas da Rainha, Criou a capa de 2 revistas do Expresso(Jornal) sobre o tema 25Abril/40anos, Intervenção no espaço da Agência de comunicação e logística- Pálacio Dulcineia.

Participou no evento Off the Wall,no Hotel Conrad na Quinta do Lago,Portugal, Exposição Individual “Metade da minha Alma é feita de Maresia”, na Galeria Arte Cúbica, em Lisboa.

Participou na exposição coletiva “SOMA”- Galeria UNDERDOGS.
Participou no evento “O Bairro I o Mundo” com a pintura na fachada de um edifício em Quinta do Mocho.

Execução de um Mural para o Museu da Água em Coimbra.
Intervenção artística nos Jardins do Instituto Alemão Goethe.

Criou a parede do espaço alimentar “Prego da Peixaria 2” no Saldanha

2015 – Intervenção de uma Pipa para o Turismo de Portugal, em Madrid.

Neste momento, o objetivo artístico de Mar passa pela exploração de novos espaços urbanos e pela continua evolução do seu trabalho por diversa áreas no campo visual e gráfico que o graffiti pode oferecer.

www.goncalomar.com