BIOGRAFIA

Ivo Santos nasceu em Lisboa em 1985.

Desde muito novo interessou-se pelo desenho, impulsionado pela sua mãe, foi através de dois primos que o interesse se transformou em paixão.

Na década de 90, através do filme Beat Street e dos sons de Vanilla Ice, Kriss Kross ou MC Hammer, descobre o amor pela Cultura Hip Hop, abraçando o Graffiti como vertente a seguir.

 

No início do novo milénio arrisca pela primeira vez a pintura a spray, usando o pseudónimo SMILE, com latas de uma loja de ferragens. Não obtendo o resultado desejado, dedica o par de anos seguinte a aperfeiçoar a técnica e os materiais.

Em 2001, quando regressa às ruas, demonstra imediatamente o seu talento, vencendo o Concurso de Graffiti de Odivelas no ano seguinte. A partir daí surgem diversas intervenções, na sua grande maioria para a Junta de Freguesia da Ramada, localidade onde residia.

A sua projecção nacional acontece em 2004, quando virtualmente desconhecido para a comunidade em geral, vence categoricamente o Concurso de Graffiti de Oeiras, o mais importante certame àquela data.

Seguem-se dois segundos lugares, em 2005 e 2006, cimentando o seu nome na elite artística portuguesa, atingindo estatuto internacional em 2009, ao vencer um concurso em Barcelona, frente a nomes consagrados do graffiti mundial.

 

A decisão de profissionalizar a sua arte trouxe-lhe trabalhos para entidades tão distintas como a Nissan, Mc Donald’s, Billabong, Red Bull, entre muitas outras, bem como o patrocínio da LRG Clothing e DVS Shoes .

Passou igualmente a ser presença regular em reportagens referentes à cultura urbana no geral – e ao graffiti em particular -, quer nos quatro principais canais de televisão em Portugal como nas rádios e internet.

 

Ponto alto da sua actividade como artista urbano obteve-o em 2013, onde a sua intervenção na empena de um edifício em Loures, retratando um jovem com uma história médica complicada, gerou uma onda de solidariedade mediática que resultou na resolução do problema. O mural do “Bartolo” ficará para sempre referenciado como um case study de como a arte urbana pode ajudar a resolver dramas sociais.

 

A internacionalização da sua arte tem vindo a decorrer, com convites para participar em eventos no Reino Unido, Alemanha, França, Espanha, Suíça, Holanda e Brasil .

 

Paralelamente, criou a Primeira Arte Atelier&Gallery, um espaço aberto ao público, e que serve de local de exposição e apresentação de projectos (visuais e/ou sonoros) de artistas nacionais e estrangeiros.

 

Actualmente é o Presidente da ACUParte, Associação Cultural sem Fins Lucrativo, e que tem como objectivo promover e dinamizar a Cultura Urbana por todo o País, através da experimentação, inovação e desenvolvimento em Artes Visuais, Performativas e Sonoras.
Reside actualmente na freguesia da Pontinha, no Concelho de Odivelas.

+info:
smile1art@hotmail.com
www.facebook.com/smile1art
www.instagram.com/smileoneart